terça-feira, 28 de agosto de 2012

BATUQUE





Batuque
Noite estrelada...
Ao redor da fogueira
Nós cantamos
Sentimos
E ouvimos...

O som do batuque...
E sabemos
Que este som

É África...
É loucura...
É vida...

E nós
Olhamos
Vivemos
E sentimos
O som do batuque
Dentro de nós...

E temos a certeza
Que esta África
Que tanto nos dói
Nunca nos deixará
Ser totalmente livres
E sempre
Nos aprisionará...

LILI LARANJO





TAMBOR

Tambor
Noche estrellada...
Rodeando la hoguera
Cantamos
Sentimos
Y escuchamos...
El sonido del tambor...
Y sabemos
Que este sonido

Es África...
Es locura...
Es vida...

Y nosotros
Miramos
Vivimos
Y sentimos
El sonido del tambor
Dentro de nosotros...

Y estamos en lo cierto
Que esta África
Que tanto nos duele
Nunca nos dejará
Ser totalmente libres
Y siempre
Nos apasionará...

Poema de Lili Laranjo
Traducción de Joaquín Duarte



114 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia e deu pra ouvir daqui os batuques ...beijos,tudo de bom,linda semana!chica

Pedro Luis López Pérez disse...

¡Que bonita Poesía al son del Batuque!
Mientras no se arregle esa situación jamás seremos libres del todo.
Un abrazo.

Fatyly disse...


É África...
É loucura...
É vida...
..............
que nos faz andar p'ra frente com a esperança de...

Gostei imenso!

Beijos

Janice Adja disse...

Somos prisioneiro de nossos sentimentos.
beijos!!!!!

Janice Adja disse...

Eu queria te pedir um favor.
Gostaria de colocar música no meu blog e não sei.
Se possível mande um passo a passo para mim.
Ficarei muito grata.
beijos!!!!!

ricardo alves disse...

isto é Africa em Poesia mesmo!
show!

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

EDER RIBEIRO disse...

há muita beleza na cultura africana. Suas cores, por ser mais quente, pulsa mais vida; seus sabores nos aguça a querer sempre mais. Para mim, td da África é instigante, excitante e belo. Bjos.

Andradarte disse...

Eu estou aprisionado....e não me consigo libertar...
das garras de.....
Que fazer...é o destino...
Resta a Esperança.
Beijo

Elisa T. Campos disse...

Lili

Seu poema tem um real som de batuque da África clamando por liberdade.

Lindo

Bjs

Duarte disse...

TAMBOR

Tambor
Noche estrellada...
Rodeando la hoguera
Cantamos
Sentimos
Y escuchamos...

El sonido del tambor...
Y sabemos
Que este sonido

Es África...
Es locura...
Es vida...

Y nosotros
Miramos
Vivimos
Y sentimos
El sonido del tambor
Dentro de nosotros...

Y estamos en lo cierto
Que esta África
Que tanto nos duele
Nunca nos dejará
Ser totalmente libres
Y sempre
Nos apasionará...

Poema de Lili Laranjo
Traducción de Joaquín Duarte

Duarte disse...

Son os sonidos que nos conectan a África, que nos dicen que está ahí, pero casi siempre nos coge de espaldas a esa realidad, lamentablemente.
Conviene de cuando en cuando un canto vivo a esta Tierra, y quien mejor que tu, para crear un ambiente propicio a Ella.
Te abrazo muy fuerte... aún que no has venido a verme...

Flor de Jasmim disse...

A saudade da tua África irá te acompanhar sempre.

Beijinho e uma flor

AFRICA EM POESIA disse...

Chica

saudades de te ver aqui...
o batuque fez magia
um beijo

AFRICA EM POESIA disse...


Pedro
Gracias por tu carinho e amizade
besitos~

AFRICA EM POESIA disse...


Pedro
Gracias por tu carinho e amizade
besitos~

AFRICA EM POESIA disse...

FATTTTY

a saudade é assim menina
esta nossa saudade será para sempre...

um beijo grande






Batuque
Noite estrelada...
Ao redor da fogueira
Nós cantamos
Sentimos
E ouvimos...

O som do batuque...
E sabemos
Que este som

É África...
É loucura...
É vida...

E nós
Olhamos
Vivemos
E sentimos
O som do batuque
Dentro de nós...

E temos a certeza
Que esta África
Que tanto nos dói
Nunca nos deixará
Ser totalmente livres
E sempre
Nos aprisionará...

LILI LARANJO


AFRICA EM POESIA disse...

Janice
gostei de te ver aqui

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Janice
gostei de te ver aqui

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Janice
pesquisa Radio cotonete poara blogue e vais encontrar.. beijos

AFRICA EM POESIA disse...



Ricardo

A saudade é assim quando é muita tbm dói muito.

beijos

AFRICA EM POESIA disse...



Ricardo

A saudade é assim quando é muita tbm dói muito.

beijos

AFRICA EM POESIA disse...


CHANA
Um beijo e poesia...

volta sempre


beijos

AFRICA EM POESIA disse...


CHANA
Um beijo e poesia...

volta sempre


beijos

AFRICA EM POESIA disse...


Ricasdo

africa é apenas isto.. feitiço...

que durará para sempre.


AFRICA EM POESIA disse...

Andrade
já não há paciência.

ela tem limites..

aguardo o novo capitulo...


beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Andrade
já não há paciência.

ela tem limites..

aguardo o novo capitulo...


beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Elisa<
Serr livre é o melhor dom da vida
um beijo

AFRICA EM POESIA disse...

Duarte
no fui a ver-te pero te quiero na mesma um dia será acredita
besito forte

AFRICA EM POESIA disse...

Duarte
gracias por tu trabajo... te quiero guapo.

Anne Lieri disse...

Lili,obrigada por me enviar sua poesia!Vou postar no Recanto tb!Muito lindo esse batuque e nos contagia!bjs e boa semana!

AFRICA EM POESIA disse...

Flor de jasmim

É isso amiga
deixo um beijo e saudade

AFRICA EM POESIA disse...

Flor de jasmim

É isso amiga
deixo um beijo e saudade

Graça Pereira disse...

O batuque soará sempre na nossa memória...como o sangue que nos corre nas veias. Escrevemos uma vida ao ritmo do seu tam-tam.
Gostei do poema...sabe a África!
Beijo
Graça

Carolina disse...

Ola Lili! sou feliz por saber de voce, ja extrañaba a sua presencia carinhosa.
Africa Mia! Africa do meu coracao!
Africa nos llama al son de um alegre Batuque!
Obrigada e abraco carinhoso.

Duarte disse...

Lili, quando possas corrige, é "siempre" e não sempre.
También te quiero mucho...
Mais beijinhos

AFRICA EM POESIA disse...


DUARTE

Já está

beijinhos.

Antonio Porpetta disse...

Bello poema, Lili: dan ganas de bailarlo, además de leerlo.
Gracias por tus palabras y un cordial saludo desde Madrid.

helia disse...

Um Poema muito bonito ! A saudade é um sentimento que não se apaga com o passar do tempo !

Maria Luisa Adães disse...

Lili Laranjo

Sempre me disseram que a África tem magia e magnetismo.

Adorei os versos que me deixou nos "7degraus"
E dancei ao som do batuque africano.

Maria Luísa

edumanes disse...

Ao som do tambor
Noite estrelada
Aumenta o calor
A dançar a batucada!

África recordada
Dispensava a fogueira
Quando resfriava
Começava a brincadeira!

Obrigado amiga pela sua amável visita. África é saudade!

Um bjo
Eduardo.


La Gata Coqueta disse...

Africa;
fuego, ritmo y poesía que seduce y atrapa a las almas que saben amar la vida en toda su profundidad...

Un beso
con olor
y sabor a
chocolate,
para la amiga
que ha nacido
en uno de los continentes
más hermosos y del mundo!!

María Del Carmen

Maria Campos disse...

É impressionante o medo e a atração que Áfica e a sua cultura surtem em mim!
Só conheço Cabo Verde, mas senti-me dentro de um filme, um sonho mágico, quando lá estive. No entanto, quando meu filho mais velho põe a hipótese de ir trabalhar para Angola, entro em pânico...

Senti o batuque, o calor e os cheiros :_)

Um beijo, Lili.

AFRICA EM POESIA disse...

Anne fico feliz por isso.
tinha saudades acredita,

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Anne fico feliz por isso.
tinha saudades acredita,

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Graça
querida amiga
o sangue é da mesma cor mas o nosso é diferente o próprio batuque tem muita culpa.
beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Graça
querida amiga
o sangue é da mesma cor mas o nosso é diferente o próprio batuque tem muita culpa.
beijos

AFRICA EM POESIA disse...



Carolina
um besito querida amiga...

AFRICA EM POESIA disse...

António Porpetta

gracias por tu visita

un beso

AFRICA EM POESIA disse...

Helia
obrigada pela visita
um beijo

AFRICA EM POESIA disse...

Helia
obrigada pela visita
um beijo

AFRICA EM POESIA disse...

Maria Luisa
foi bom v~e-la entrar aqui
as saudades assim minimizam-se


beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Maria Luisa
foi bom v~e-la entrar aqui
as saudades assim minimizam-se


beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Eduardo
África é Amor,,

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Mª Del Carmem

un besito e

gracias por tu visita

Africa é Amor.

AFRICA EM POESIA disse...


Maria
como a entendo.. Africa é mágica mas Afrca tbm é feitiço...


um beijo

Anne Lieri disse...

Lili,não consegui comentar nos Dedais,então voltei aqui para dizer que nunca vi uma pessoa colecionar dedais!...rss...achei bem criativo e agora vou até reparar mais neles!Linda sua coleção!bjs e meu carinho,

António Jesus Batalha disse...

A amiga disse-o em poesia, mas é uma grande verdade, eu estive em áfrica e as saudades não desapacem, isto foi há 40 anos, mas ela continua viva na minha mente,e era o meu grande desejo de poder lá voltar nem que fosse por um dia.
Bjinhos.
Antonio.

AFRICA EM POESIA disse...

ANNE


estou a chegar aos mil dedais... beijinhos

AFRICA EM POESIA disse...


MEU AMIGO
a África TEM UM FEITIÇO MUITO GRANDE E PARA MIM A MINHA SAUDADE. FOI METADE DA MINHA VIDA QUE FICOU POR LÁ...

UM BEIJO E FIQUE COM Deus...
SE QUISER PASSE NO MEU BLOGUE DEDAIS DA LILI


AFRICA EM POESIA disse...


MEU AMIGO
a África TEM UM FEITIÇO MUITO GRANDE E PARA MIM A MINHA SAUDADE. FOI METADE DA MINHA VIDA QUE FICOU POR LÁ...

UM BEIJO E FIQUE COM Deus...
SE QUISER PASSE NO MEU BLOGUE DEDAIS DA LILI


Hánjel disse...

Tras leer la poesía
cerrar los ojos
y oír el tambor
solo te puedo decir que ha sido un placer
sentir el calor de la hoguera de tus versos.

Una rosa libre para ti

Hánjel

Carla Fernanda disse...

.
Fuga

Fugiu de mim
A vontade de sair
Sei lá que bicho foi
Que deu nela

Anda
Se escondendo
E prometendo voltar
Antes da noite chegar

Decidiu
Zarpar do meu lado
Só ando de quarto em sala
E na cozinha

Fico sozinha
Entre os potes de biscoito
As cerejas e as latas de cerveja
Veja bem que castigo
Hoje comigo

(Carla Fernanda)

Carla Fernanda disse...

.
Fuga

Fugiu de mim
A vontade de sair
Sei lá que bicho foi
Que deu nela

Anda
Se escondendo
E prometendo voltar
Antes da noite chegar

Decidiu
Zarpar do meu lado
Só ando de quarto em sala
E na cozinha

Fico sozinha
Entre os potes de biscoito
As cerejas e as latas de cerveja
Veja bem que castigo
Hoje comigo

(Carla Fernanda)

António Jesus Batalha disse...

Amiga como pediu aqui vai o link da Bíblia, tem em todos os ediomas e pode ouvir também, tem também pesquisas.
http://www.wordproject.org/multi/bible.htm
Antonio.

Mirta - Luce nel cuore disse...

░░░░░░░░▓██▓
░░░░░░░██▓█▓█
░░░░░░█▓▓█▓█▓█
░░░░░ █▓▓▓██▓▓█
░░░░░█▓▓▓██▓▓▓█
░░░░░██▓▓██▓▓██
░░░░░░████████░▄
░░░░░░░██████░██
░░░░█▄░░██ █░████
░░░░███░░██░██ ██
░░░░░░███ ██ ████
░░░░░░░/░_)██
░░░░░░ /░ /██
________/░(____)
░░░░░░░░(____)
░░░░░░░░(____)
¯¯¯¯¯¯¯¯¯¯(____)
░░░░░░░░██
░░░░░░░░██
────╖░╓─────╖░╓────╖
║▒╓──╜░║▒╓─╖▒║░║▒╓╖▒║
║▒╙─╖░░║▒║▒║▒║░║▒╙╜╓╜
║▒╓─╜░░║▒║▒║▒║░║▒╓╖╙╖
║▒║░░░░║▒╙─╜▒║░║▒║║▒╙╖
╙─╜░░░░╙─────╜░╙─╜╙──╜
╓─╖░╓─╖╓─────╖░╓─╖░╓─╖
║▒║░║▒║║▒╓─╖▒║░║▒║░║▒║
║▒╙─╜▒║║▒║▒║▒║░║▒║░║▒║
╙─╖▒╓─╜║▒║▒║▒║░║▒║░║▒║
░░║▒║░░║▒╙─╜▒║░║▒╙─╜▒║
░░╙─╜░░╙─────╜░╙─────╜

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O país onde nascemos,
é parte de nós
e pulsa por nós,
independente
da nossa vontade.


Que haja sempre em ti,
o olhar da alegria.

Marina-Emer disse...

Querida amiga vengo agradecerte los bonitos versos que me dejaste de Afica y sus tambores es bellisimo yo lo veo en reportajes y me gustan mucho
feliz fin de semana
BESITOSSSSSSSSSSSSSSS
mARINA

AFRICA EM POESIA disse...

António obrigada meu amigo

AFRICA EM POESIA disse...

António obrigada meu amigo

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Muito desse batuque, ressoa aqui em terras brasileiras, herança que nos legou nossos irmãos africanos, em tempos idos.
Linda poesia, Lili. Obrigada.
Beijinhos,
da Lúcia

Nilson Barcelli disse...

Deve ser um momento mágico ouvir o batuque em África.
Mas o teu poema também o é.
Gostei imenso das tuas palavras, como sempre.
Lili, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.
(a voltar de férias, aos poucos...)

xana morais disse...

Adorei o poema,é lindo
África tem um Íman, quem lá nasceu e partiu fica dividido para sempre...
Obrigada pelo seu carinho,tb sou sportinguista...
Um grande abraço e uma boa semana para si.

SOL da Esteva disse...

Lendo, estava escutando esse som místico e, parecia sentir o cheiro quente de África.
Nostalgias!
Belo.


Beijos


SOL

IDERVAL TENÓRIO disse...

Neste texto o Mestre Patativa deslumbra a inocência e a sagacidade do bem e do mau do homem do campo, mesmo sem leitura mostra a sensibilidade no exercício da cidadania. Mostra as filigranas de alguns candidatos profissionais ,não englobando a todos,a maioria sem compromissos , com o pensamento puramente pessoal e pecuniário. Escola e Educação a Salvação da Humanidade.

Conversa de Matuto –
Patativa do Assaré (NASCIDO EM 05/03/1909- FALECIDO EM 08/07/2002)-Assaré-Ce.Nasceu como Antonio Gonçalves e se imortalizou como:O PATATIVA DO ASSARÉ.
Obra-Cante Lá Que Eu Canto Cá- Editôra VOZES em todas as Livrarias

CUNVERSA DE MATUTO

Meu amigo João Moirço,
Eu agora fiquei certo
Que nóis já tá bem perto
De sair do sacrifiço.
Eu onte uvi num comiço
De um dotô candidado,
Home sero e muito isato
E ele agarantiu que agora
Vai havê grande miora
Para o pessoá do mato.

No comiço ele falou
Que depois que ele vencê,
Vai com gosto protegê
A cada um inleitô.
O povo trabaiadô
Que padece no roçado
Pode votá sem coidado
Que depois das inleição
Com a sua proteção
Vai tudo recompensado

Aquele é home de bem,
Quando desceu do palanco,
Falô com preto, com branco,
Com rico e pobre tombém;
Ali não ficou ninguém
Pra ele não abraçá,
Veve sempre a conversá,
É alegre e satisfeito,
Num home daquele jeito
Faz gosto agente votá


Do palanco ele desceu
Alegre e dezendo graça
E mais tarde lá na praça
Palestrando apareceu,
Se assentou pertinho deu
Lá num banco da venida,
Proguntou por minha vida
E disse na mesma hora
Que a sua vitóra
Já tá quage dicidida.


E pediu que eu precurasse
Com muita delicadeza
Aqui nesta redondeza
Gente que nele votasse
Que depois que ele ganhasse
Ia as coisas resorvê.
A premêra era fazê
Aqui no nosso lugá
Um grande grupo escolá
Pra nossos fio aprendê.

Depois,um mioramento
Pra nois pudê trabaiá,
Semente pra nóis prantá
Sem precisá pagamento,
Quarqué coisa no momento
È nóis querê e pedi
E depois que conseguí
Esta premêra vantange,
Vem uma bela rodage
Da cidade até aqui.

Eu tenho esperança e fé
Na promessas do dotô
E pedi a ele eu vou
Um imprego pra José.
Mais tarde,se Deus quisé,
O meu fio faz figura,
Saindo da agricurtura.
Este cansado chamego
E arranjando um bom imprego
Lá dentro da Prefeitura.

È tanto, que vou caçá
Argum voto por aqui;
Já cunversei com Davi,
Com Vicente e Vardemá,
Fuloriano,Mozá,
Mane Chico e Zé Lavo,
Dona Suzana e Lindo,
Napoleão e Romeu,
E tudo me prometeu
Que vai votá no dotô.

João Moiriço ,meu amigo,
Sei que você acredita,
Não venho fazê visita
Hoje aqui no seu abrigo;
Oiça bem o que lhe digo
Você nunca me faltou
E a ocausião chegou
De pedi seu voto isato
Para o dotô candidado
De pretijo e de valô.


Isto que eu tou lhe falando
É bom para nosso futuro,
Nóis tamo num grande escruro
E uma ESTRELA vem briando;
Veja que você votando
Neste home de tanto brio,
Em quem com gosto confio,
É um negoço importante
Vai havê de agora em deante
Escolas pra nossos fio!

IDERVAL TENÓRIO disse...

resposta do Ze Fulo aojoão Moiricio

João Moiriço:

Meu amigo Zé Fulô,
Vou lhe dizê a verdade:
É véia a nossa amizade
Porém você se enganou.
Pode pedi, que eu lhe dou
Uma quarta de feijão
Uma arroba de argodão
E cinco metro de fumo,
Tudo com gosto lhe arrumo,
Porém o meu voto, não!

Lhe dou se você quisé
Minha boa lazarina
E o meu galo de campina
Que eu amo com muita fé,
Dou minha porca Baié
E o meu cachorro Sultão,
Maria dá um capão
E o Chico dá um cabrito,
Isso tudo eu admito
Porém o meu voto, não!

Meu amigo Zé Fulo,
Não siga por esta tria,
Você ainda confia
Em premeça de doto?
Auilo que elefalou
É somente imbromação.
Quando é tempo de inleição
Esse home se eprepara
Trazendo um santo na cara
E o diabo no coração.

Você não dê confiança,
Pois quando a campanha vem,
Com ela chega tombem
A pabulage e a lembrabça.
As vez os matutos dança
Com as fia do dotô,
É aquele grololô,
Tudo elegre e satisfeito,
Antes do dia do preito ,
Tudo é prefume e fulô.

Mas depois que passa o preito,
O desmantelo renova,
Palavriado não prova
A bondade do sujeito.
Pra garrafa desse jeito
Não iziste sacarrôia,
Não quera fazê iscôia
Se não você sai perdendo,
Este dotô tá inchendo
A sua venta de fôia.

Isto já vem do passado
E a pisada ainda é essa,
Por causa dessas premessas
Meu avô foi inganado,
Omeu pobre pai coitado!
Foi inganado tobém
E eu,que já conheço bem,
Pra votá sou muito franco,
Ma porém só voto em branco,
E não confio em ninguém.

Em branco eu tenho votado,
Pois só assim me convém
Proquê votando em arguém,
Traz o mesmo risurtado,
Com certos palavreados
Ninguém pode me iludi,
Vivo trabaiando aqui
Nesta vida aperreada,
Mas não dregrau de escada
Pra seu fulano subi.

Zé Fulo repare bem,
As premessa é só na hora,
Porém,depois da vitóra,
Premessa valô não tem
E esperá por quem não vem
Martrata,dói e acabrunha,
Digo e tenho testemunha,
Quage todo candidato
Tem a mamparra do gato,
Dá um bote e esconde a unha.

Na campanha eleitorá
Quando ele encronta agente,
Chama de amigo e parente,
Nauqle parrapapá,
Mas, depois de eles ganhá
E recebê posição,
A ninguém presta tenção,
Assim que agente repara,
Vê logo a cara do cara
Como cara de lião.

Zé Fulo não seja bruto
Seja mais inteligenete,
Repare que aquela gente
Não faz conta de matuto.
Não dou vrença e nem escuto
Premessa dese doto,
Pra não passá o que passou
Sendi inganado e inludido,
O meu pobre pai querido
E o finado meu avô.

Tome esta boa lição,
Dêxi logo esta veneta,
Seja sero,não se meta
Com fuxico de inleição;
Este dotô sabidão
Que agora lhe apareceu
E tudo lhe prometeu,
Depois da vitóra pronta,
Fica fazendo de conta
Que nunca lhe conheceu.

E se você se afobá,
E pegá com lerolero,
Zangado e falando séro,
Querendo se revortá,
Pedindo pra lhe pagá
Todas as premessas que fez,
Ele,com estupidez,
Fica cheio de maliça,
Dá logo quexa a poliça
E lhe leva pro xadrez.

Portanto, vá se aquetá
Não entre nesse curtiço,
Não vá dexá seu serviço
Pra sê cabo eleitorá.
Vá sua casa zelá,
Vá cuidá de seu trbaio,
Não pegue nesse baraio,
Se não você perde o jogo
Água é água e fogo é fogo
Cada macaco em seu gaio.

IDERVAL TENÓRIO disse...

ACESSEM O BLOG CULTURALA http://www.iderval.blogspot.com

um blog brasileiro e muito bom.

IDERVAL TENÓRIO disse...

A Evolução de uma Sociedade é proporcional a Liberdade da Mulher.Quando vejo três filhas, três irmãs ,todas nascida da mestra matriz ,todas muito bem educadas,cada uma com um pensamento próprio e independente e quebrando muitos paradigmas,fico orgulhoso e contente em saber que o homem adulto é quem trilha o seu destino . Esta mesma sociedade que não oferece as mínimas condições para todos tenham os conhecimentos para no futuro discernir o certo do não certo deveria se espelhar nesta Liberdade sadia da mulher.Eu acredito num mundo melhor. Eu tenho orgulho dos meus filhos, dos meus sobrinhos,dos meus irmãos mais ainda dos meus genitores, eles plantaram esta liberdade e são os responsáveis pela boa evolução, toda sociedade vive em eterna evolução,acredito para melhor.Iderval. Parabens para toas as Marias deste evoluído elo.Iderval.

AFRICA EM POESIA disse...

Hangel
Gracias por tu carinho

um besito

AFRICA EM POESIA disse...

CARLa
linda a tua fuga
um beijinho

AFRICA EM POESIA disse...

Marta
um beijinho e poesia


AFRICA EM POESIA disse...

Marina
gracias por tu passagem por aqui. me encanta ver.te.. besos

AFRICA EM POESIA disse...


Lucia
è issso amiga sei que aí o batuque tbm é magia..

AFRICA EM POESIA disse...


Lucia
è issso amiga sei que aí o batuque tbm é magia..

AFRICA EM POESIA disse...


Nilson
O batuque vai batucando .
nós vamos andando por aqui as férias começam a chegar ao fimmm
um beijinho para ti com muita poesia...

AFRICA EM POESIA disse...

Sol de Esteva
Deixa o batuque entrar no teu coração... e a magia segue no nosso caminho.

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

IDERVal
obrigada pela visita e pela poesia.
beijos

*** ZIZI *** PARA OS AMIGOS!!! ### disse...

Olá, o seu blog é fofo!Vim retribuir sua visita e seguir!

Aproveite e leve o selinho que ofereço para seguidores!

Fica com DEUS!

BEIJINHOS EM SUA ALMA...

Olinda Melo disse...


Olá, Lili


Lindo este batuque, que nos dá um cheirinho de África, com o seu ritmo e a sua magia.

Obrigada

Bjs

Olinda

Santa Cruz Diácono Gomes disse...

Lily; gostei dos poemas principalmente do batuque eu que ouvi essas batucadas tantas vezes. Parabéns amigas pelas tuas recordaçoes de Africa. voltei de Ferias a partir de hoje volto ao ativo.
Beijos
Santa Cruz

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

Querida amiga Lily ,todo un sueño de continente,hermosos versos los que dedicas a Africa, un abrazo,J.R.

Manuel disse...

Adorei o teu Batuque, assim como gostei do batuque da ultima quinta-feira.
Espero que o barulho se mantenha.
Andei pelo Alentejo e dedais, por esses lados, nada.

AFRICA EM POESIA disse...

Manuel
beijinhos
o Batuque foi bem batucado
agora aguardo os proximos capitulos...

eu estava muito zangada...

Quanto a férias aqui no centro tbm são boas Aveiro tem praias razoaveis e o alojamento é gratis.
beijo verde

AFRICA EM POESIA disse...

Manuel
beijinhos
o Batuque foi bem batucado
agora aguardo os proximos capitulos...

eu estava muito zangada...

Quanto a férias aqui no centro tbm são boas Aveiro tem praias razoaveis e o alojamento é gratis.
beijo verde

AFRICA EM POESIA disse...


RAMON

Africa és um grande amor mio.


besitos

AFRICA EM POESIA disse...


Santa Cruz
Gostei de te ver aqui..
as férias vão ficando para tras e nós vamos ao nosso ritmo e nosso dia a dia... um beijinho

AFRICA EM POESIA disse...


Olinda
um beijinho grande....

AFRICA EM POESIA disse...

Zizi

minha querida venho deixo um Beijo .
adoro o seu sorriso e sinto que Deus tbm nos une,
beijos muitos.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
O batucar é um ato de fazer-se notado em prol de belas causas...
Estou indo pra uma Missão além fronteira e só retorno daqui a um mês...
Passando hoje pra informar para que vc não fique preocupada com o meu "sumiço", viu???
Entretanto, deixo post programado em todos os Blogs...
Na volta, retribuirei os comentários deixados, se Deus quiser!!!
Fiquemos com a Deus da paz!!!
Bjs fraternos

Manuel Luis disse...

Não esqueço jamais aquele som inconfundível do batuque. Reunidos a volta da fogueira, o som vai longe e os vizinhos vão chegando, todos reunidos, canta-se e dança-se, no escuro da noite que a fogueira apenas ilumina os nossos rostos. Ai que saudade!
Bj

Adolfo Payés disse...



Ausente pero pendiente cuando puedo, para leerte...

Un abrazo
Saludos fraternos...

Magia da Inês disse...

彡♡` Olá, amiga!

Lendo as poesias, sentindo o ritmo, querendo dançar.

Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil ♡彡.
¸.•°`♥✿⊱╮

Nilson Barcelli disse...

Ouvi de novo o teu batuque e fiquei de novo encantado com as tuas palavras.
Lili, querida amiga, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

Ant P disse...

Boa tarde!
Com uma saudação especial, partilho o endereço de um blogue acabado de criar e inteiramente dedicado à promoção da língua portuguesa. No http://portuguesemforma.blogspot.com, para além de ferramentas úteis (como dicionários, enciclopédias e glossários), disponibilizo ainda a análise de situações problemáticas ou geradoras de dúvidas nos utentes da nossa língua. Eis a questão de hoje: glicemia ou glicémia?
Um abraço lusófono desde Setúbal.
Prof. António Pereira

Mirta - Luce nel cuore disse...

♥•°*”˜҈..•°*”˜҈.•°*”˜҈.•°*”˜҈•°*”˜҈•♥
______$____.$_______$•
$_____$$___$$_____$$ •
__$$$___$$$_$$$__$$$•
___$__$$¶▒▒▒▒▒¶$$$$$$$$•
__$$$$¶▒▒^▒▒^▒▒¶$$$•
$$$$$$¶▒▒▄▒▒▄▒▒¶$$$$$$ •
__$$$¶▒▒▒▒^▒▒▒¶$$$ •
$$$$$$$¶▒▒▒♥▒▒▒¶$$$$$$$ •
____$$$$$¶▒▒▒▒¶$$$$$ •
____$$$$$$$$$$$$$$$$$$ •
__$$$___$$$$_$$$$___$$$ •
____$$____$$$_______$$$____$$ •
…………..█…………….█
……….•▄██▄▄░░▄▄██▄
…….✬██████___██████✬▒▒▒▒▒✬
….✬████████✬████████✬▒▒▒▒▒✬
…✬██████████████████✬▒▒▒▒▒✬
..✬███████████████████✬▒▒▒▒▒✬
….✬█████████████████✬▒▒▒▒▒✬
….._✬███████████████✬▒▒▒▒▒✬
…..___✬████████████✬▒▒▒▒▒✬
……._____✬███████✬▒▒▒▒▒✬
…….._______✬███✬___✬▒✬
………..________❤______❤


Gracias por la visita a mi blog, este blog es fantástico, las poesias son hermosas.

Un gran saludo!!

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Lili

Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

Um beijinho com carinho
Rosita

AFRICA EM POESIA disse...

Rosinha
Parabens
vou buscar o selinho

beijo

AFRICA EM POESIA disse...


Mirta
Un bacio

AFRICA EM POESIA disse...

Meu amigo
vou passar p e de certeza vou gostar
um beijinho

AFRICA EM POESIA disse...

Nilson
tenho andado com preguiça e a escrever pouco
tenho que mandar a preguiça embora...
um beijinho para ti

AFRICA EM POESIA disse...

Inês vamos batucando para esquecer a vida complicada .

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Adolfo
um besito meu amigo

beijos

AFRICA EM POESIA disse...

Carlos Henriques
um beijo e...boas batidas fotográficas...

VIAJANDO E PULANDO disse...

linda poesia parabens ,voce tem uma fa no Brasil ,abraços.
Goreth tercas

Momentos

CLIC PARA VER TODAS AS FOTOS

Da Rose para mim

Da Rose para mim
Belo SELo Guardo-o com Carinho

Sor Cecilia obrigada

Sor Cecilia obrigada
Estoi a tu lado