terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

LÁGRIMA





Lágrima marota

Cai no meu rosto
E vai rolando...
De mansinho...
Por toda a cara...
Vai saboreando...
E vai deixando
Um pouco de água
Um pouco de sal...

Sal de amargura...

Mas que é necessário...
E, assim vou ficando
Com o rosto mais doce...
Com o rosto molhado
E vou sentindo...
Lágrima marota.
O teu rolar...
E vou gostando...
Que te sirvas de mim
Para te acostares...
E quando quiseres
Podes voltar!...

LILI LARANJO



..................................................................












LÁGRIMA

Lágrima traviesa
Cae en mi rostro
Y va rodando...
Despacio...
Por toda la cara...
Va saboreando...
Y va dejando
Un poco de agua
Un poco de sal...

Sal de amargura...
Pero que es necesario...
Y, así voy quedando
Con el rostro más dulce...
Con el rostro mojado
Y voy sintiendo...
Lágrima traviesa...
Tu rodar...
Y voy gustando...
Que te sirvas de mi
Para que te acuestes...
Y cuando quieras
¡Puedes volver!...

Poema de Lili Laranjo

Traducción de Joaquín Duarte



XXXXXXXXXXXXXXXXXX

Eu hoje não resisto a deixar aqui 2 mimos.


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



 Duarte disse...
Aqui tens a minha lágrima...

Sem querer, mas desejando-o,

essa humidade que cria a emoção; 
fez que essa gota cálida, 
deslizasse pelas minhas faces, 
até encontrar-se com o canto da boca; 
para deixar esse sabor salgado, 
como o do nosso mar; 
que foi transformando-se em doce; 
ao embeber-se da pujança, da ternura,
desse néctar de vida… a saudade!
Fazendo-me inchar o peito
para proferir com orgulho, 
sou português! 

O facto de estar longe, fruto da emoção dum momento...


Abraço-te emocionado



........................



 edumanes disse...

Tua lágrima marota amiga
Deixa ela no chão cair
Cai na terra ressequida
faz a planta florir.

Na roseira em botão

Nasce a rosa florida
Lágrima marota caída no chão
Dos olhos pela face corrida.

São gotas de água cristilina

Tua lágrima marota
Caída dos olhos de uma menina
Poetisa elegante senhora!

Obrigado pela visita e pelo poema.

Boa noite e um beijinho 
para você amiga 
LILI LARANJO
Eduardo.

 








44 comentários:

Janice Adja disse...

Temos que provar deste sal pelo menos uma vez.
Sua presença fez falta estes dias. Demorou!!
Beijos!!

Caterina disse...

Ciao cara, é la terza volta che leggo la tua bellissima poesia molto profonda che mi tocca tanto. Vorrei portarmela nel mio blog "latristezza". Un caro saluto e baci

R. R. Barcellos disse...

E não te espantes
Se encontrares
Em teu caminho
A comissura
De um sorriso
Que é teu ninho...


Beijos.

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

A veces no nos dan a escoger entre las lágrimas y la risa, sino sólo entre las lágrimas, y entonces hay que saberse decidir por las más hermosas.
Precioso Post.
Abraços e beijos.

José Ramón disse...

Ha sido una satisfacción pasar por su blog. Saludos desde Abstracción texto y Reflexión

Elisabete disse...

Lindos versos! Gostei de ler.
Espero que esteja bem.
Beijinhos

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Lili

Há lágrimas que lavam a alma e adoçam as mágoas.
Lindo como sempre.

Um beijinho com carinho
Rosita

Montserrat Llagostera Vilaró disse...

Hola Lili.
Conmovedora Poesía.
Esta lágrima con sabor a sal que a veces baña nuestras mejillas.
Beijos, Montserrat

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Lili
"Sal de amargura"... Nossa!!! Muito forte!!!
Mas verdadeiro...
Bjm de paz e orante

AFRICA EM POESIA disse...

Lágrima




Lágrima marota
Cai no meu rosto
E vai rolando...
De mansinho...
Por toda a cara...
Vai saboreando...
E vai deixando
Um pouco de água
Um pouco de sal...

Sal de amargura...
Mas que é necessário...
E, assim vou ficando
Com o rosto mais doce...
Com o rosto molhado
E vou sentindo...
Lágrima marota.
O teu rolar...
E vou gostando...
Que te sirvas de mim
Para te acostares...
E quando quiseres
Podes voltar!...

LILI LARANJO




Depois de limpar a minha lagrima coloco um sorriso e deixo-te um beijo com muito carinho...

EDER RIBEIRO disse...

Lili, q elas permaneçam sempre doces. Bjos.

manuela barroso disse...

Olá Lili,
O tempo esse malandro que nos troca as voltas e nos faz dançar ao ritmo da sua música.
Parabéns pela tua suave poesia
Voltarei sim, sempre que puder.
Grande abraço

edumanes disse...

Tua lágrima marota amiga
Deixa ela no chão cair
Cai na terra ressequida
faz a planta florir.

Na roseira em botão
Nasce a rosa florida
Lágrima marota caída no chão
Dos olhos pela face corrida.

São gotas de água cristilina
Tua lágrima marota
Caída dos olhos de uma menina
Poetisa elegante senhora!

Obrigado pela visita e pelo poema.
Boa noite e um beijinho
para você amiga
LILI LARANJO
Eduardo.

Turista disse...

Querida Lili, que bom saber de si! :)
Sabe que me lembro muitas vezes de si, pois tenho uma das suas telas no hall do meu quarto?
Como está? E o seu marido?
Não não voltámos a Aveiro, mas estamos cheios de saudades.
Beijinhos grandes. :)

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente poema....
Cumprimentos

OZNA-OZNA disse...

Infinitas gracias querida poetisa por acariciar nuestra alma y emocionar nuestros sentimientos con la belleza de tus versos. Muchos besinos y feliz domingo te desea esta amiga con inmenso cariño.

São disse...

Minha querida, a lágrima só pode voltar quando for de alegria!


E espero que não seja de maior desgosto ainda pelo nosso Sporting...

Beijufas

Zilani Célia disse...

OI LILI!
LÁGRIMAS, DE ALEGRIA, OU ATÉ DE TRISTEZA, FUNCIONAM COMO UM, "LAVAR A ALMA", SEMPRE NOS FAZEM MUITO BEM...
LINDO TEXTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

Magia da Inês disse...

✿✿彡
Podes voltar apenas as lágrimas de felicidade...
Bom domingo!
Boa semana!
Beijinhos do Brasil
¸.•°✿✿彡

Maria Rodrigues disse...

As lágrimas aliviam a nossa alma. Lindissimo poema.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

*Escritora de Artes* disse...

Bela poesia...

Obrigada pela visita!

Abçs

Duarte disse...

LÁGRIMA

Lágrima traviesa
Cae en mi rostro
Y va rodando...
Despacio...
Por toda la cara...
Va saboreando...
Y va dejando
Un poco de agua
Un poco de sal...

Sal de amargura...
Pero que es necesario...
Y, así voy quedando
Con el rostro más dulce...
Con el rostro mojado
Y voy sintiendo...
Lágrima traviesa...
Tu rodar...
Y voy gustando...
Que te sirvas de mi
Para que te acuestes...
Y cuando quieras
¡Puedes volver!...

Poema de Lili Laranjo
Traducción de Joaquín Duarte

Duarte disse...

Aqui tens a minha lágrima...

Sem querer, mas desejando-o,
essa humidade que cria a emoção;
fez que essa gota cálida,
deslizasse pelas minhas faces,
até encontrar-se com o canto da boca;
para deixar esse sabor salgado,
como o do nosso mar;
que foi transformando-se em doce;
ao embeber-se da pujança, da ternura,
desse néctar de vida… a saudade!
Fazendo-me inchar o peito
para proferir com orgulho,
sou português!

O facto de estar longe, fruto da emoção dum momento...

Abraço-te emocionado

Manuel disse...

Este poema é dos melhores que aqui tenho lido.
Estavas a sentir, tenho a certeza, cada momento.
Lindo Lili!
Um beijo

noname disse...

Boa noite
Já li alguma coisa e até já levei comigo, venho devolver desta forma, espero que goste. Beijo

http://metamorphosis-mussitografias.blogspot.pt/2013/02/282.html

Abuela Ciber disse...

Pase a visitarte y a desarte una semana con buenos logros.

Cariños

Frase de la semana:
"Todos deseamos mejorar el mundo, y todos podemos hacelo con solo empezar por nosotros mismos."
(anónimo)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Olá amiga vou colocar este seu poema
que deixou no seu comentário no
meu blogue(que adorei)no meu blogue
http://sinfoniaesol.wordpress.com
Amiga estou tão preocupada com o
nosso Clube. Que irá acontecer após
eleições e o que os Bancos lhe
farão.
Um grande beijinho
Irene Alves

Olinda Melo disse...


Querida Lili

Este poema é muito lindo, emocionei-me. Há sempre uma lagriminha de emoção que nos aquece a alma.

Bjs

Olinda

Silenciosamente ouvindo... disse...

Fiquei mais animada depois do
seu comentário. Vamos então
ter fé que após o dia 23 haverá
outra esperança.
Beijinhos
Irene Alves

Carolina disse...

Estimada Lili, estou visitando novamente voce e nao veo meu mensagem anterior, eu estive aqui umos dias antes, que extranho... quizas sea um erro de Blogger... no importa, espero que voce esteja perfetamente bem e esta sea solo uma maravilhosa e nostalgica poesia. Um abraco.

Daniel Costa disse...

Lili

A lágrima teimosa, podemos e devemos imaginar é da sensilidade de cada qual. No entanto pressupõe a singularidade de grandes espirítos. É factual.
Beijos de amizade

SOL da Esteva disse...

As lágrimas sucedem-se aos sentimentos incontrolados, de alegria ou de tristeza.Mas se a lágrima se tornou marota, isso é bom.
Uma boa marotisse é sempre algo que não é totalmente vero, logo brinca com os nossos olhos.
Limpa a lágrima e arrepia caminho.


Beijos



SOL

Mariazita disse...

Querida Lili
Foi um prazer enorme ver-te na minha «CASA». Já estava com saudades...
Obrigada pelo poema. É lindo!

Aproveito para desejar-te um bom fim-de-semana.
Beijinhos

Duarte disse...

Agradeço a divulgação, de alguma maneira já estava feita, ainda que na intimidade.
Es um ser raro, no bom sentido da palavra, por único. Mas como estamos na mesma onda compreendo-te.
Abraços de vida... mas longa!

Andradarte disse...

Imagens sentidas, em bonitos poemas.....
Gostei
A Esperança está viva....
Beijo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há visitas aos lugares amigos,
para recolher palavras.
Há visitas a estes mesmos lugares
Para semear palavras.
A visita de hoje além da leitura
das preciosas palavras que aqui encontro,
é também para agradecer
a alegria de passar pela sua vida
e encontrar o perfume da amizade
de forma tão intensa.

Que a sede da alegria
Nunca cesse em ti.

Manuel disse...

Deixo um beijo.
Será que já se vê alguma luz ao fundo túnel?

AFRICA EM POESIA disse...

Duarte
Coloquei pois gostei muito e assim partilho o que gosto. e fica para mim...
obrigada por seres assim.
um beijinho grande

Graça Pereira disse...

É preciso que as lágrimas rolem...para não sufocar o coração.
Mil beijos amigos.
Graça

Maria Alice Cerqueira disse...

Olá amiga você que está sempre presente em meu cantinho, eu venho lhe agradecer de todo o coração, o carinho de sua presença. Que Deus a abençoe e guarde, hoje e sempre. Assim que poder voltarei. Tenha uma linda semana coberta de muita paz e amor! Com carinho Maria Alice. Obrigadoooooooooooo!!!!!

Maria Alice Cerqueira disse...

Olá amiga você que está sempre presente em meu cantinho, eu venho lhe agradecer de todo o coração, o carinho de sua presença. Que Deus a abençoe e guarde, hoje e sempre. Assim que poder voltarei. Tenha uma linda semana coberta de muita paz e amor! Com carinho Maria Alice. Obrigadoooooooooooo!!!!!

Duarte disse...

Estes mimos teus causam-me arrepios...
Aqui já cheira a pólvora: são as Fallas!
Abraços de vida e o meu mimo amigo

Manuel disse...

Não sei o que dizer, este teu poema encheu-me a alma.
Divino!

Elisa T. Campos disse...

Lili

Parabéns a você e aos amigos poetas.
Mimos poéticos compartilhados por uma grande e sensível poeta.

bjs.

Momentos

CLIC PARA VER TODAS AS FOTOS

Da Rose para mim

Da Rose para mim
Belo SELo Guardo-o com Carinho

Sor Cecilia obrigada

Sor Cecilia obrigada
Estoi a tu lado