segunda-feira, 8 de junho de 2009

FUNGE



FUNGE



Farinha...

De mandioca...

Bem batida...

Com força...

Com pau...

E com muito querer...



E a farinha...

Fica rija...

Consistente...

E deliciosa...



E então...

O sabor...

Do Angolano...

O sabor...

Africano...



E nos condimentos...

A delícia...

Do dém dém...

Dos kiabos...

E do gindungo...



E o saber...

Saber fazer...

Saber bater...



Saber saborear...

Saber comer...

Para poder reviver...



LILI LARANJO

21 comentários:

Helinha disse...

Que lindo, querida...

Poesia e culinária...

Que belo modo de mostrar como é feito esse prato...

Vc alimenta nossos olhos, nosso paladar e nosso coração!!

^^

Beijo grande!!

Noah disse...

Boa Noite Lili,
Adorei este teu post,
vou "surrupiá-lo" para o Álbum da Cozinha, acho que as pessoas vão adorar.
Mas se caso tu o permitas ok?
Excelente semana para ti.

BEL disse...

Só passei para deixar um beijinho
Bel

Daniel Costa disse...

O poema está interessante e sente-se o cheiro angolano.
Andei por lá, diziam maravilhas, porém, nunca senti o chamamento. Quando assim é dispenso sempre.
O "Amor na Guerra" começou a editado e destina-se a descrever os meus 27 meses de estadia na Guerra de Angola, com créditos do meu diário.
Daniel

BC disse...

Hum...Lili que delícia....e saborear a sorrir com um grande prazer da boa comida!!!
Beijo
Isabel

manuel marques disse...

Bom apetite querida amiga.

Beijo.

lili laranjo disse...

HELINHA

minha menina
Parabéns por mais um aniversário...

Que este dia seja mesmo diferente e seja um de muitos que vão passar na sua vida...

Eu brindei-a com o meu prato de funge.
um beijo no seu coração...

lili disse...

NOAH
minha menina,
Pega o que quyizeres...
O blogg ´re meu mas é do mundo...
A partilha é um dos grandes dons da humanidade...
Aproveita a funge em poesia...
no prato é mesmo algo de sublime.
Eu nunca resisto a uma boa funjada...
no teu coração...um beijo...

lili disse...

Bel

recebi o beijinho e fico feliz com qa tua presença...aqui neste cantinho


para ti...um beijão...

lili disse...

Daniel
Temos algo em comum...
nem que seja apenas a guerra... pois eu vivi sempre no Norte s de Angola e cresci nessemeio... sei o que é a guerre depois..casei comum militar r foi sempre uma referência para mim...
um beijinho...

Chica Pequena disse...

Passei para desejar uma ótima semana. Beijos. Claudia.

Mirse disse...

Lindo poema!

O paladar e a arte se unem!

Parabéns!

Beijos

Mirse

lili disse...

Isabel
uma boa moamba com uma funge bem batida e de comer e chorar por mais...
beijos

lili disse...

MANUEL

uma boa moamba com uma funge bem batida é de comer e chorar por mais...

por vezes aqui na minha casa faz-se esse pitéu para muitos Angolanos...

Agora vou e deixo-te um beijinho

beijos

lili disse...

Claudia a CHICA Pequena..mas que eu acho que é GRANDE.

Recebi o beijo e envio outro...



BEIJINHO SOPRADO....

Beijo soprado...
Só assim chega aqui...
É beijo atirado...
Com todo o cuidado...

Vamos colocá-lo
Na palma da mão...
Mão muito aberta...
E bem aberta...

E com muito saber...
E com muito carinho...
Olho a palma da mão...
E lentamente sopro...

Sopro e ao mesmo tempo, penso
Sopro e sonho...
E vejo o meu sonho e o meu pensamento...
Enrolarem-se docemente no ar...

Com os olhos fechados
Com medo de os abrir...
Espero...espero...
E sinto que o meu beijo chegou...



Lili Laranhjo

lili disse...

Claudia a CHICA Pequena..mas que eu acho que é GRANDE.

Recebi o beijo e envio outro...



BEIJINHO SOPRADO....

Beijo soprado...
Só assim chega aqui...
É beijo atirado...
Com todo o cuidado...

Vamos colocá-lo
Na palma da mão...
Mão muito aberta...
E bem aberta...

E com muito saber...
E com muito carinho...
Olho a palma da mão...
E lentamente sopro...

Sopro e ao mesmo tempo, penso
Sopro e sonho...
E vejo o meu sonho e o meu pensamento...
Enrolarem-se docemente no ar...

Com os olhos fechados
Com medo de os abrir...
Espero...espero...
E sinto que o meu beijo chegou...



Lili Laranjo

lili disse...

MIRSE

Deixo um beijinho

e já passei no teu cantinho

Taninha Nascimento disse...

Oi, Lili!

Que lindo...

Preparar um alimento, é como fazer poesia... Tem que ter sentimento... Senão, não tem aquele sabor especial.

Beijos
Taninha

lili disse...

Taninha

è isso mesmo
temos que amar para podes escrever.

beijos

Manuel Luis disse...

Funge em poesia também abre o apetite, bem batido com mandioca de Angola.
http://batidasfotograficas.blogspot.com/
Abraços, Kuito

Manuel Luis disse...

Funge com poesia só mesmo com mandioca de Angola.Saudades do funge bem batido no Kuito.
Para visitarem;
http://batidasfotograficas.blogspot.com/
Abraço

Momentos

CLIC PARA VER TODAS AS FOTOS

Da Rose para mim

Da Rose para mim
Belo SELo Guardo-o com Carinho

Sor Cecilia obrigada

Sor Cecilia obrigada
Estoi a tu lado