terça-feira, 25 de novembro de 2008

Introdução...

Escrever um livro é sempre uma ilusão...
Às vezes a ilusão é maior porque também é o concretizar de um sonho antigo.
Há alguns anos fui recolhendo provérbios e pensava conseguir juntar “mil e um provérbios” e concretizar o sonho que achava quase impossível...
O mundo vai evoluindo todos os dias...e hoje foi fácil...
Rebusquei papéis e no baú das minhas “coisinhas” os papéis amarelados estavam lá... E sorriram para mim dizendo-me a medo:

- Estamos aqui...faz de nós o que quiseres!...Peguei...e aqui está!

Sei que o meu estar é poesia, mas ...Para os nossos filhos e para os nossos netos... Os nossos provérbios são ditados populares...e são a voz de Deus.

Alguns tão reais há 30/40 anos e hoje só mesmo para rir...

Relembro um que a minha avó Joana dizia
com muita certeza e sabedoria...Onde há galo, não canta galinha...

Convido-vos a sentarem comigo lendo-os fazemos uma viagem pelo tempo.
São Sabedorias Populares e são ensinamentos, alguns dão para sorrir, mas na verdade todos têm algo para refletirmos.

De todos, este marcou-me e posso dizer que gosto muito e sempre me interpela!...


Quando os elefantes lutam quem se trama é o capim!...



2 comentários:

Dalinha Catunda disse...

Lili,
Parabéns por mais essa publicação que certamente chega na hora certa, sendo uma ótima ocosião para se presentear os amigos.
Que seu livro,"Proverbios Para ti..." traga um ótimo retorno para você.
Carinhosamente,
Dalinha

lili laranjo disse...

Dalinha
Manda-me a tua direcção...
um beijo

Momentos

CLIC PARA VER TODAS AS FOTOS

Da Rose para mim

Da Rose para mim
Belo SELo Guardo-o com Carinho

Sor Cecilia obrigada

Sor Cecilia obrigada
Estoi a tu lado